segunda-feira, 27 de junho de 2011

MAQUINA PESADA

Maquina Pesada


Segundo reputados especialistas, em 2005 a taxa de desemprego situava-se nos 6,6%, tendo chegado em 2011 aos 11,1%, e o facto é que estamos no top dos 10 países mais endividados do mundo em todos os indicadores possíveis e a nossa divida externa era em 1995 inferior a 40% do produto interno bruto, tendo chegado em 2011 aos 230%, sendo que cerca de 50% de todo o nosso endividamento nacional, deve-se directa e indirectamente ao nosso Estado
349 Institutos públicos, 87 direcções regionais 68 direcções gerais, 38 gabinetes de secretários de Estado, 18 governadores civis, entre outras entidades e outros números exorbitantes, são o contributo para o descalabro do deficit e das contas publicas.
Num país com esta máquina administrativa tão pesada, algo vai mal quando apesar de todos estes organismos e mais alguns, ainda temos uma justiça lenta que soma 1,6 milhões de casos pendentes, e a pior taxa de abandono escolar
Quando olhamos para o quadro de um país que em 1995 era um bom aluno da União Europeia, não é difícil perceber o porquê de hoje estarmos em vias de começar a pagar a factura, que vai com toda a certeza gerar mais pobreza, e maior insegurança, no seio de uma sociedade onde até agora as medidas de austeridade apenas se fizeram sentir sobre o comum dos cidadãos, sem efeitos na maquina do Estado que tem sido um verdadeiro sorvedouro de dinheiros públicos.
São números e atitudes que tem de ser mudadas a bem de um país em que são precisos políticos que falem verdade, e se coloquem na pele dos cidadãos para poderem avaliar as suas dificuldades e perceberem que a resolução dos problemas do país, será possível, quando houver também uma mudança na estrutura social do mesmo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Retrospectiva da Vida

O saber não ocupa lugar e todas as oportunidades são boas para aprender.  Depois de ter sido voluntário e tripulante de um navio em 1978 ...