sexta-feira, 24 de junho de 2011


Discurso de entrega do diploma do 12º
29-12-2009

Já fui criança sem ser, e antes de saber andar também tive de aprender, por isso a minha vida tem sido uma escola onde me tenho vindo a enriquecer.
Se os seres humanos insistirem a viver no passado, as suas vidas tornar-se-ão uma história, mas poderão ser uma história triste ou alegre dependendo em grande medida das mudanças que eles quiserem.
Por experiência própria sei bem que não é fácil e falo por mim porque sei quantas vezes me tenho sentido frustrado ao deparar-me com obstáculos.
Alguém disse que se não conseguirmos aprender com os nossos erros, então não há razão para os fazermos, e isto tem servido para que na minha vida, os erros me ensinem a fazer melhor.
Eu sempre tive uma grande paixão pela leitura, pela escrita e pela conversa sobre problemas sociais e temas polémicos, sabendo que estes são uma forma de aprendizagem.
Os sonhos são de grande valor quando os colocamos em prática, e eu sempre tive o sonho de ser jornalista, sociólogo, apresentador de programas de televisão, ou locutor de rádio, mas com o passar dos anos e com a falta de oportunidades, esses sonhos foram-se tornando difíceis de concretizar, sendo que as novas oportunidades, são como que uma alavanca e um estimulo para não desistir.
Ainda que esses sonhos não se concretizem, o meu querer, o meu empenho, e o facto de conseguir ultrapassar as etapas que me propõem, não fazem de mim um herói, mas sim um lutador que procura vencer.
Sou um entre muitos cidadãos do mundo que tem lutado contra ventos e marés, e que com a ajuda de Deus me tenho tornado num vencedor.
Agradeço aos formadores que me acompanharam neste processo, aos meus amigos que aceitaram o meu convite para estarem presentes, e agradeço a Deus pela força que me tem dado para me ajudar a vencer
Por ultimo, queria dizer-vos que a diferença entre uma pessoa importante e uma pessoa vulgar, é que a pessoa importante é uma pessoa vulgar que não desistiu



Américo Lourenço

Sem comentários:

Enviar um comentário

Retrospectiva da Vida

O saber não ocupa lugar e todas as oportunidades são boas para aprender.  Depois de ter sido voluntário e tripulante de um navio em 1978 ...